Como manter a sua pele jovem

Nas últimas sete décadas, a expectativa de vida dos brasileiros subiu mais de 30 anos. À medida que a medicina e o acesso a uma saúde de qualidade avançam, é natural que o nosso corpo tenha melhores condições de seguir firme e forte. 

E isso vale tanto por dentro como por fora. As pessoas querem envelhecer bem, o que, claro, inclui cuidar da aparência.

E não vá pensando que o efeito desse cuidado se restringe a sorrisos na frente do espelho. 

Em uma pesquisa foi pedido para 100 mulheres que completaram um questionário sobre qualidade de vida antes de se submeter a um tratamento estético. 

Depois da intervenção, as voluntárias repetiram a avaliação. O procedimento aumentou a autoestima e levou a respostas mais positivas em relação ao dia a dia. 

Não é à toa que hoje há um verdadeiro arsenal de produtos e recursos tecnológicos voltados a atenuar as marcas do tempo na pele — rugas, manchas, flacidez.

Agora, sem querer estragar a surpresa, é nosso dever adiantar o que, de acordo com os especialistas, é o mais poderoso anti-idade para a cútis: o protetor solar

Segundo especialistas, já está mais que comprovada sua capacidade de frear o envelhecimento cutâneo. A pele se renova sozinha a cada 30 dias. Com o protetor, a gente evita que ela seja agredida.

Se eu pudesse dar um conselho a uma única pessoa de 20 anos, seria manter a pele hidratada e protegida do sol. Não precisa de mais nada. Mas nada de criar rugas de preocupação se você já passou dessa fase..

Como você verá, não faltam soluções para conservar a pele bonita. 

  • TRINCA DE OURO – Os pilares essenciais para manter uma pele saudável 
  • LIMPEZA – É crucial para eliminar de células mortas a resíduos de poluição e maquiagem. Use água e sabonete próprio para sua pele. 
  • HIDRATAÇÃO – É recomendada até para peles oleosas (com o produto certo, claro). Caso contrário, as linhas de expressão surgem mais rápido. 
  • PROTEÇÃO SOLAR – Indispensável, o filtro deve ser aplicado a cada duas horas, em média. Utilize o equivalente a uma colher de chá. 

Como acabar com a flacidez da pele

Essa é a consequência do envelhecimento que mais chateia as pessoas. A flacidez é fruto de uma queda natural na produção de duas proteínas, o colágeno e a elastina. Ambas formam um tecido que dá sustentação à pele. 

A dupla começa a minguar lá pelos 25, 30 anos. Mas as alterações ficam mais evidentes a partir dos 40, a flacidez atinge as maçãs do rosto, o queixo e a área dos olhos — e responde melhor a tratamentos feitos no consultório. 

Melhores ativos para a sua pele

PEPTÍDEOS – Tais aminoácidos se ligam aos fibroblastos, as células da pele. Daí estimulam essas unidades a formar elastina novinha. 

ÁCIDO HIALURÔNICO – Essa molécula está naturalmente em nossa pele. Mas é sempre bom garantir mais. A de menor tamanho consegue penetrar na pele profundamente, incitando a produção de colágeno. 

SYN AKE – Imita a sequência de peptídeos de um veneno de cobra, que paralisa os músculos. Ao usá-lo, dá para notar um efeito tensor. É também indicado para suavizar rugas e linhas de expressão. 

ULTRASSOM MICROFOCADO – Chega até as camadas musculares, onde produz calor. Isso leva à produção de colágeno, favorecendo o endurecimento do rosto. É possível notar a diferença especialmente no contorno da face e na papada. 

RADIOFREQUÊNCIA – O aparelho entrega calor em todos os níveis da pele — aí, dá-lhe colágeno. Após o procedimento, o rosto pode ficar vermelhinho por umas 48 horas.

FIOS DE SUSTENTAÇÃO – Eles levantam o rosto imediatamente. Feitos de ácido polilático, os fios reposicionam os tecidos e são absorvidos com o tempo. A aplicação é com anestesia local. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *